Canto do Inácio

Saturday, September 06, 2008

A CENSURA PARECE VITIMAR SÓ O IMAGINÁRIO
INÁCIO ARAUJO


Uma pessoa reclama por ter tido de assistir, sem prévio aviso, a um trailer do mais recente filme de Zé do Caixão. Eram cenas chocantes, diz.

Poucos dias antes podia-se ver, num programa jornalístico matinal, o vídeo da cena em que um homem, a menos de um metro de distância, pelas costas, dá um tiro na cabeça de um ex-empregado.

Não me lembro de ninguém reclamando por ter visto essa cena. Não recordo de nenhuma reação escandalizada da censura do Ministério da Justiça. A censura, assim como a sensibilidade da pessoa do trailer, parece vitimar apenas o imaginário. Um assassinato "real" pode ser visto, talvez porque seja real. Um tiro nas mesmas circunstâncias, num filme, é proibido a menores de 18 anos porque é chocante.

Pois mais vale que pessoas tão sensíveis passem longe de "Tragam-me a Cabeça de Alfredo Garcia". Pois alguém a trará - está feito o aviso. E vai executar um longo trajeto com a cabeça dentro de um saco.

Será que essa cabeça, devida ao fantástico Sam Peckinpah, vai chocar tanto quanto as diabruras, também fantásticas, do Zé do Caixão? Posso estar errado, mas esse tipo de reação visa objetos específicos. Lembra a das pessoas em transe histérico para quem o programa de rádio no qual Orson Welles, em 1938, representava a invasão da Terra por alienígenas era, de fato, o fim dos tempos.

(texto publicado na Folha de S. Paulo do dia 31 de agosto de 2008)

2 Comments:

  • e uma cirurgia de lipoaspiração passando na tv? eu que sou acostumado a ver filmes de horror de todos os naipes fiquei com embrulho no estômago e mudei de canal...

    By Anonymous ítalo, at 8:43 AM  

  • a globo se censura naquela coisa indefinível chamada zorra total. o ótimo seu merda virou seu banana.

    mas as novelinhas vao que vao. a das sete sao otimas homenagens às pornochanchadas, não?

    By Anonymous Faéu, at 9:34 AM  

Post a Comment

<< Home