Canto do Inácio

Saturday, May 26, 2007

BELEZA ITALIANA
INÁCIO ARAUJO

Devo estar completamente enganado, mas para mim a decadência do cinema italiano coincide com o hábito de fazer filmes com homens feios e não com mulheres bonitas.

Ou, pior, encostando as mulheres bonitas. Acho que a última atriz memorável da Itália seja Ornella Muti.

Há também a Stefania Sandrelli, sex-symbol aos 60 anos!

Agora vejo no UOL a foto de uma atriz chamada Alice Taglione. Parece muito bonita. Melhor que não seja só isso. A Itália poderia voltar aos bons tempos. Seria grande.

11 Comments:

  • Caro Inácio,

    Me parece que o problema do cinema italiano (já há uns bons anos) chama-se simplesmente PIEGUICE! Roteiros singelos demais, atuações novelescas e/ou sem inspiração... tudo parece consistentemente frouxo!

    Vide o entusiasmo (a meu ver, incompreensível) com "Vermelho como o Céu", atualmente em cartaz. Humano, edificante e... soporíííífico... (Deve ser o efeito "Pão e Tulipas", né, Inácio?)

    Este ano não conseguiram selecionar um italiano sequer na competição principal em Cannes... A coisa deve estar brava mesmo!

    Aliás, há dois anos vi na Mostra de SP o representante italiano em competição em Cannes chamado "Quando sei nato non puoi più nasconderti". Parecia um autêntico telefilme. (Acho que nem o pessoal generoso do Reserva Cultural se interessou em distribuir o filme.)

    Outro filme, igualmente bomba, acabou estreando e despontou (com justeza) para o anonimato: "Dias de Abandono", com roteiro tolo, mas pelo menos uma atriz interessante (Margherita Buy).

    Ano passado teve o Moretti, mas até ele padece um pouco dessa tendência, pelo menos em seus últimos filmes.

    Bom, acho que está faltando mesmo é uma bela duma Stefania Sandrelli dos anos 2000!!! Pra começar! (rs)

    Abraços,
    Carlos

    By Anonymous Carlos Lopes, at 5:53 PM  

  • Ah, lembrei da Monica Belucci... mas essa já foi devidamente "exportada", né? (ou então "saltou fora", quando se viu preterida pelos homens feios...) rárárá.

    By Anonymous Carlos Lopes, at 6:18 PM  

  • Inácio

    Bellocchio faz filmes com mulheres bonitas e homens feios. Maya Sansa e o elenco masculino em Bom Dia Noite; Chiara Conti e Sergio Castelitto em A Hora da religião.
    Não por acaso, esse é o grande cinema que ainda se faz na Itália.

    By Blogger Franvogner, at 5:19 AM  

  • Assisti à dois filmes italianos muito bons numa recente mostra no CCSP:"Ida e Volta", de Marco Ponti e "Após a meia-Noite" de Davide Ferrario.Os dois respectivamente de 2003 e 2004.Gostei bastante, o que me faz pensar que quem fala sobre "decadência do conema italiano" está é mal-informado.

    By Anonymous Alexandre, at 1:50 PM  

  • Inácio, pelo que pude averiguar, a Alice Taglioni (com "i" no final) é francesa, apesar do nome soar bastante italiano. Há uma pequena biografia dela no AlloCiné, no seguinte link: http://www.allocine.fr/personne/fichepersonne_gen_cpersonne=70732.html

    Abraços e parabéns pelo blog, que está ótimo de ler.

    (Rogério)

    By Anonymous Anonymous, at 3:15 PM  

  • Concordo com Franvogner. "Bom Dia Noite" é o melhor filme italiano que vi nos últimos anos...

    By Anonymous Carlos Lopes, at 3:49 PM  

  • O Nanni Moretti revelou a Jasmine Trinca, que é linda.

    By Blogger Marcelo V., at 1:41 PM  

  • "Arrivederci Amore, Ciao" de Michele Soavi e "La Sconosciuta" são duas obras recentes e brilhantes. Cinema de gênero feito com talento e conhecimento de causa. Mas que não trazem beldades como na época áurea do cinema italiano. Bem, não se pode ter tudo ...

    By Anonymous Leandro Caraça, at 9:41 PM  

  • Voltar a uma era onde havia Pasolini, Antonioni, Fellini, Rosi, Risi, Scola, Zurlini, De Sica, Rossellini,Petri, etc, etc.... é impossível. Mas a nostalgia exagerada desta era também não leva a nada. Temos de estar aberto ao que possa surgir de belo no cinema italiano sem estas comparações. Dentre os que vi nos últimos anos que me agradou muito, independentemente de terem ou não atores e/ou atrizes considerados belos,estão:

    "Eu Não Tenho Medo" de Gabriele Salvatores

    "As Portas da Justiça", "As Chaves de Casa" de Gianni Amelio

    "Bom Dia Noite" de Marco Bellocchio

    "O Quarto do Filho", "Caro Diário", "O Crocodilo" de Nanni Moretti

    "NuovoMundo" de Gabriele Crialese ( obra-prima total e absoluta)
    etc..etc..

    Se nosso mercado não fosse tão mesquinho atualmente em relação ao cinema italiano contemporâneo garanto que descobriríamos algumas jóias.
    Abraços,
    Nelson

    By Anonymous Nelson Rodrigues de Souza, at 3:08 PM  

  • Também gostei bastante de "NuovoMondo", que já deveria ter sido comprado por algum distribuidor.

    Já "Eu não tenho medo" eu achei fraquíssimo, com todos os defeitos que identifiquei na minha primeira mensagem...

    É, realmente, não dá para generalizar... Tem coisa boa e ruim em qualquer cinematografia, seja de onde for o país.

    Abraços,
    Carlos

    By Anonymous Carlos Lopes, at 4:52 PM  

  • Para mim o cinema italiano anda em crise por causa da excessiva nostalgia em ficar remoendo as reminiscências de Fellini, Visconti e outros com seus filmes em preto e branco em plena era digital!
    Cine cittá está morrendo por se recusar a se modernizar, por um apego quase infantil a um passado que certamente foi glorioso, mas já passou. Tbm gosto muito da Monica Bellucci já devidamente citada aqui, mas como já disseram essa já caiu fora da Itália faz tempo, aliás a moça cunhou uma frase muito simples mas muito emblemática sobre a crise do cinema italiano, ela disse "Itália não olha para frente, apenas se volta para trás".

    By Blogger Tatti, at 9:01 PM  

Post a Comment

<< Home